| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

FACES DAS ARTES
Desde: 13/08/2004      Publicadas: 38      Atualização: 29/04/2005

Capa |  Acontece  |  Arte de ver  |  Cena Aracatiense  |  O som dos ventos  |  Palavra  |  Quem  |  Um conto Aracati


 Quem

  13/08/2004
  0 comentário(s)


São Genésio: Mártir e Padroeiro dos Artistas

Artista de teatro tem padroeiro? Tem sim, embora a quase totalidade da classe teatral não saiba, desconhecendo que São Genésio, celebrado todo 25 de agosto é o padroeiro dos que trabalham em teatro.

São Genésio: Mártir e Padroeiro dos ArtistasDom Marcos Barbosa, monge beneditino, poeta e tradutor de várias peças, além de membro da Academia Brasileira de Letras, conta que São Genésio morreu por volta do ano 250, durante uma perseguição desencadeada pelo Imperador Deocleciano. Sua morte inspirou Henri Ghéon, teatrólogo belga - de quem Dom Marcos traduziu uma “Via-Sacra”, encenada pelo Tablado - a escrever a peça chamada “O Comediante e a Graça”, baseada na conversão de São Genésio e o martírio que a sucedeu.
Genésio era um romano com vocação teatral e deveria participar de um espetáculo onde seria feita uma paródia irreverente do batismo cristão, o que levou-o a insinuar-se no meio dos cristãos para estudar o seu comportamento e viver o papel com mais autenticidade. No fundo, queria fazer o seu “laboratório”, para brilhar em cena, mas acabou vítima do zelo artístico.
O convívio com os cristãos impressionou-o de tal maneira que, em meio ao espetáculo, sentindo-se tocado pela graça divina, improvisou e proclamou-se um cristão de verdade, negando-se a interpretar comicamente o ritual do batismo para divertir a platéia imperial. Deocleciano, em cuja homenagem se realizava a encenação, enfureceu-se, ordenando que Genésio fosse batizado ali mesmo, mas com o próprio sangue, após ser morto em pleno espetáculo.
Daí o sub-título dado por Ghéon à sua peça: “O Comediante Possuído pelo seu Papel”. E daí a escolha do mártir-ator Genésio para padroeiro da classe teatral, a qual já pertenceu, com muito orgulho, o Papa João Paulo II, ator e autor teatral na Polônia, em sua mocidade.

Jorge Leão Teixeira





  Mais notícias da seção O Tempo no caderno Quem
13/08/2004 - O Tempo - A Arte de Resistir
Em Aracati, artistas e grupos de teatro estão somando esforços na busca por estratégia que possibilitem a sustentabilidade de suas ações....



Capa |  Acontece  |  Arte de ver  |  Cena Aracatiense  |  O som dos ventos  |  Palavra  |  Quem  |  Um conto Aracati